24 notes reblog
“Não espalha tua tristeza aos quatro cantos, porque isso não é coisa para se vangloriar. Tudo bem, você está triste, eu entendo. Sei que isto está te matando, e aniquilando todas as tuas chances de ser menos desesperado, mas aceita a ajuda de quem te estende a mão. Não se deixa afundar nesse mar de mágoas ácidas que vai corroendo tua alma e acabando com o restante de esperança que ainda está entranhada em você. Que coisa mais absurda! Até parece que você gosta de estar triste, e contaminar todos à tua volta com essa tua mania pessimista de achar que a vida não serve para nada. Sai desse buraco que você mesmo se enfiou. Sai enquanto ainda é tempo, e o abismo ainda não está tão desesperador. Vem, se agarra a mim. Te estendo a mão. Só não vale me puxar para o fundo do poço junto contigo.”
Parimundi (via parimundi)
65 notes reblog
“Tem gente que preenche os vazios internos com a busca por ser um melhor ser humano e tem gente que prefere preencher esses vazios que todos temos com conflitos e problemas que deveriam ter ficado no passado. Se tornando um cemitério ambulante e boicotando todas as possibilidades de momentos felizes e divertidos, todo vazio interno incomoda, cria dor e sofrimento, mas para quem opta por preenche-lo com o que de ruim aconteceu na vida, não consegue se desconectar nunca do passado e por consequência vive feito moribundo reclamando até que o sol nasceu, cada qual que encare a vida como achar melhor…
Você é livre até para optar pelo sofrimento.
Tico Santa Cruz (via bau-das-palavras)